Galeria Rabieh recebe primeira individual de Lidia Lisboa

23 Feb 2015, 7:22 pm

A Galeria Rabieh apresenta a exposição “Em Tramas”, primeira individual da artista Lidia Lisboa, que passa a integrar o elenco de artistas da galeria.

Com curadoria de Fabiana Lopes, a mostra apresenta pela primeira vez, além das conhecidas esculturas em cerâmica, sua abundante produção em tecido, bem como registros de performances, entrelaçando referências do universo feminino com tradições Afro-Brasileiras.

Da produção escultórica, a mostra apresenta os “Cordões” (2013-2015), formas lineares de até 10 metros de comprimento, e os “Cupinzeiros” (2011-2015), esculturas em barro queimado de tamanhos variados. Essas últimas renderam à artista o II Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-Brasileiras, de 2011. Uma referência à biografia de Lisboa, os cupinzeiros remetem a regiões rurais do cerrado brasileiro como áreas de Guaíra (PR), cidade onde a artista passou sua infância e adolescência.

Entre sua produção em tecido estão os “Casulos” (2010-2015), obras ovaladas, de dimensões variadas, feitas com técnicas de crochê. O casulo gigante (Sem título, 2011) que integra a exposição serve como elemento da performance “Pulsar” (2013), desenvolvida pela artista na abertura da exposição.

Um conjunto de formas arredondadas conectadas entre si, as “Cicatrizes” (2010-2015) são, na descrição da artista, recipientes “para guardar nossas dores.” Essa série traça paralelo com a obra de Lygia Clark, propondo experiências sensoriais através de seus objetos relacionais.

“Em Tramas” fica em cartaz até 21 de março, e a Galeria Rabieh está na Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 147. Para mais informações, visite o site do espaço.