Galeria Paralelo abre individual do peruano Fernando Otero

21 Sep 2015, 11:14 am

A Galeria Paralelo recebe a partir da próxima quarta-feira (23) a mostra “Estruturas precárias”, do peruano Fernando Otero.

A exposição, segundo o curador Paulo Gallina, é “projetada para especular sobre a medida de todas as coisas.”

Restos do cotidiano como fotos e pedaços de madeira habitam as caixas do artista, que procura narrar o caráter ordinário e monótono da vida.

Sem contexto, os objetos são peças de um mundo sem sentido. Já dentro das caixas de Otero, ganham nova vida e retornam civilizados, ainda que “contendo em si a gênese de sua barbárie”.

O artista projeta seres humanos quase invisíveis, de tão comuns. Cada caixa, pintura e escultura rememora pessoas desconhecidas, vivas ou mortas. Toda memória que se pode extrair das peças é ficcional: o artista constrói identidades a serem reveladas por quem interpela suas obras.

“Nesta exposição exploramos as relações humanas, a capacidade de espelhar-se em outro ser humano, como uma mantenedora das ligações entre os blocos da memória”, coloca Gallina.

“Estruturas precárias” fica em cartaz na Paralelo até 31 de outubro. Anote o endereço: Rua Artur Azevedo, 986. Mais informações no site do espaço.