Galeria Bolsa de Arte de São Paulo apresenta desenhos de Antonio Henrique Amaral

21 Feb 2015, 1:22 pm

Em nova mostra na filial paulistana da Galeria Bolsa de Arte, Antonio Henrique Amaral, reconhecido por suas pinturas e gravuras, convida o público para conhecer uma faceta menos conhecida de sua obra: seus desenhos.

Com abertura nesta terça-feira (03), a exposição “Chegou pelos dedos e… ficou”, com texto crítico de Cauê Alves – um dos curadores responsáveis pela nova plataforma dedicada a Performance na SP-Arte/2015 –, apresenta 42 desenhos produzidos ao longo dos últimos 20 anos, grande parte deles em pequenas dimensões.

Nos desenhos do artista impera a liberdade entre o figurativo e o abstrato, culminando num universo fantástico e com toques de humor muito particulares. O uso das cores e do espaço é especialmente característico, com liberdade nas combinações e na ocupação do espaço bidimensional, fazendo uso de materiais variados: aquarelas, lápis de cor, canetas esferográficas, pastel.

Amaral não expõe há 13 anos em uma galeria essa faceta de sua produção, ininterrupta e sempre paralela a seu trabalho em pintura e gravuras.

“Chegou pelos dedos e… ficou” permanece em cartaz até o dia 28 de março. Nesse dia, às 11h, acontece uma conversa com o público entre Cauê Alves e Antonio Henrique Amaral na galeria. O endereço: Rua Mourato Coelho, 790. Para mais informações, acesse o site do espaço.