Exposição "Memórias da Obsolescência" destaca universo da videoarte

11 Dec 2014, 6:46 pm

O Museu da Imagem e do Som (MIS-SP) apresenta, a partir deste sábado (13), “Memórias da Obsolescência”, uma exposição composta pela maior coleção de videoarte do mundo.

O projeto, realizado em parceria com a CISMA Produções, reúne um conjunto de obras em vídeo da coleção Ella Fontanals-Cisneros ‒ da Fundação Cisneros Fontanals Art (CIFO) – e terá lugar no Paço das Artes, na Cidade Universitária.

Composta por trabalhos de 25 artistas, em sua maioria latino-americanos, “Memórias da Obsolescência” tem curadoria de Jesús Fuenmayor, diretor e curador-chefe da CIFO, e apresenta seleção de vídeos pertencentes à fundação, que conta com obras de Alexander Apóstol, Cao Fei, Francesca Woodman, Francis Alÿs, Leandro Katz, Magdalena Fernández, Marina Abramović, Miguel Ángel Ríos, Nicolás Robbio, Regina José Galindo, Regina Silveira, Song Dong, William Kentridge e Yoshua Okón, entre outros.

Durante a temporada no Paço das Artes, o auditório do MIS receberá projeções de vídeos que integram a coleção da CIFO. “Memórias da obsolescência: Projeções” vai apresentar quatro sessões com exibições dos trabalhos de Chantal Akerman, Alexander Apóstol, Yaima Carrazana, Daniel González, David Lamelas, Muntean & Rosenblum, Claudio Perna e Lázaro Saavedra.  As mostras ocorrerão nos meses de novembro e fevereiro.

A exposição “Memórias da Obsolescência” fica em cartaz no Paço das Artes até 22 de março, com entrada gratuita. O endereço: Av. da Universidade, 1, na Cidade Universitária. Mais informações no site do espaço.