Em nova individual na Galeria Millan, Felipe Cohen apresenta pinturas sobre madeira e objetos

21 Nov 2016, 10:35 am

A Galeria Millan recebe a partir de 22 de novembro (terça-feira) sua segunda individual do paulistano Felipe Cohen. Em Ocidente, ele explora o gênero da paisagem a partir de elementos próprios da geometria e da luz.

Na série Luz Partida, por exemplo, o artista pinta triângulos de madeira com medidas regulares, combinando-os de forma a construir paisagens formadas por mares, montanhas, sóis e céus. São pinturas “objetuais”, que buscam uma relação entre a precisão da geometria e o caráter atmosférico das imagens, dado pela escolha das cores (azul, marrom, verde, amarelo) e da perspectiva sugerida pelas diagonais das peças.

Nos outros três trabalhos da exposição, Ocaso #3, Lago e Ocidente, Cohen parte de dispositivos como vitrines e prateleiras para relacionar diferentes materiais (MDF, feltro, vidro) e formas geométricas (círculos, triângulos, retângulos), buscando coincidências com fenômenos naturais.

Por fim, a mostra destaca uma intervenção no espaço da galeria, na qual confetes coloridos são encaixados em buracos de sutil profundidade no chão, buscando criar uma relação entre efemeridade e concretude.

Ocidente segue em cartaz até 20 de dezembro e a Galeria Millan está na Rua Fradique Coutinho, números 1360 e 1416. Saiba mais no site.