Design moderno e contemporâneo do Brasil ganha destaque na SP-Arte e pelo mundo

19 Feb 2016, 6:12 pm

Em sua 12ª edição, a SP-Arte não quer se limitar às artes plásticas. A Feira – que ocorre de 7 a 10 de abril no Pavilhão da Bienal, no Parque Ibirapuera – receberá neste ano 23 expositores ligados ao design autoral de mobiliários, luminárias e antiquários.

“Assim como fizemos com as galerias, era natural reunir também o melhor do design brasileiro”, declarou a diretora Fernanda Feitosa em entrevista publicada na sexta (19) no jornal Valor Econômico.

A lista inclui nomes de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Bahia, com um acervo que abraça desde móveis coloniais brasileiros do século 19, do antiquário baiano Itamar Musse, até peças de contemporâneos como Zanini de Zanine e os irmãos Campana, representados por galerias de design como Firma Casa e Ornare. A Etel, que comercializa cadeiras e poltronas assinadas por Lina Bo Bardi (1914-1992) e Oscar Niemeyer (1907-2012), também participa desta primeira edição.

Confira aqui a lista completa de expositores do setor Design na SP-Arte/2016.

 

Moderno mobiliário brasileiro em destaque pelo mundo

O design produzido no Brasil também tem ganhado destaque mundo afora. Em artigo publicado na quinta-feira (18), o jornal norte-americano The Wall Street Journal destaca criadores do mobiliário moderno nacional como Sergio Rodrigues, Lina Bo BardiJosé Zanine Caldas.

O jornal festeja a produção brasileira ressaltando seu frescor, e pontua que ela “atrai aqueles que amam tudo relativo à modernidade de meados do século 20, mas não sua bocejante familiaridade”.

Segundo a publicação, à medida que o público dos Estados Unidos adquire mais informação, trabalhos de designers do Brasil devem aparecer entre as tendências internacionais.

#sparte2016