5 exposições em cartaz na nova sede do Instituto Moreira Salles em São Paulo

20.09.2017 – 6:11 pm

Um prédio inteiro dedicado à fotografia abriu ao público hoje, dia 20 de setembro, em plena Av. Paulista (SP)! É a nova sede do Instituto Moreira Salles, que traz exposições e outras atividades culturais à cidade. Saiba mais das mostras em cartaz neste período de abertura.

 

(1) “OS AMERICANOS + OS LIVROS E OS FILMES”

Em “Os americanos + Os livros e os filmes” é exposta pela primeira vez no Brasil a série completa “Os americanos”, do fotógrafo suíço Robert Frank. As 83 imagens foram produzidas em meados dos anos 1950 durante uma viagem de carro pelos rincões dos Estados Unidos. Filmes e livros elaborados pelo artista também estão em exposição. Até 30 de dezembro.

(2) “CORPO A CORPO”

Com curadoria de Thyago Nogueira e Valentina Tong, “Corpo a corpo: A disputa das imagens, da fotografia à transmissão ao vivo” é uma exposição coletiva que apresenta a nova produção brasileira em fotografia, cinema e vídeo. Participam da mostra Bárbara Wagner, Coletivo Garapa, Jonathas de Andrade, Letícia Ramos, Mídia Ninja e Sofia Borges. Até 30 de dezembro.

(3) “THE CLOCK”

Produzida em 2010, “The Clock”, do norte-americano Christian Marclay, é uma videoinstalação que reúne diversas cenas do cinema e da televisão que mostram relógios. A hora ficcional mostrada na tela coincide sistematicamente com o tempo real. Com duração de 24 horas, o vídeo será exibido na íntegra nos finais de semana de setembro, outubro e novembro. Até 19 de novembro.

(4) “SÃO PAULO: TRÊS ENSAIOS VISUAIS”

Composta majoritariamente pelo acervo do IMS, “São Paulo: três ensaios visuais” traz fotografias de regiões históricas da cidade. Com curadoria de Guilherme Wisnik , a exposição reúne importantes artistas brasileiros, como Claudia Andujar, Jorge Bodanzky, Mauro Restiffe, Thomaz Farkas, entre outros. Até julho 2018.

(5) “CÂMARA ESCURA”

O alemão Michael Wesely, à convite do IMS, instalou seis câmeras nas fachadas dos prédios vizinhos da futura sede do Instituto, em 2014. Observar essas imagens é entender o processo de transformação do edifício em si e da cidade que o cerca. Com curadoria de Thyago Nogueira. Até 29 de julho de 2018.

A visita vale ainda por esses motivos…

BIBLIOTECA

O prédio recebe a maior biblioteca dedicada à fotografia do Brasil, com capacidade para 30 mil títulos! O acervo conta ainda com publicações de áreas correlatas, como cinema, moda, artes visuais e ciências humanas. Com curadoria de Miguel Del Castillo, o espaço exibe pequenas composições com fotolivros icônicos. 

CAFÉ E RESTAURANTE BALAIO

A nova sede do Instituto Moreira Salles abriga o Balaio, um restaurante assinado pelo chef Rodrigo Oliveira, do Mocotó. A casa, que fica no térreo, aposta em pratos e drinques bem brasileiros. No quarto pavimento (a chamada Praça IMS), se localiza o café Balaio – destaque para o cafézinho filtrado.

LIVRARIA

Também na Praça IMS, fica uma unidade da Livraria da Travessa, com edições dedicadas à arte e à fotografia. Os catálogos das exposições e outros souvenirs ligados ao espaço estão à venda por lá.

VISTA PARA A PAULISTA

Nada melhor que finalizar a visita à beira da Praça IMS. A vista é um clássico de São Paulo: toda a extensão da Avenida Paulista.

 

INSTITUTO MOREIRA SALLES

Av. Paulista, 2424 – Bela Vista (SP)
De terça a domingo (exceto quintas), das 10h às 20h; quinta, das 10h às 22h (última admissão: 30 minutos antes do encerramento)
Estações mais próximas: Paulista (linha amarela) e Consolação (linha verde)

 

#respirearte