Mostra coletiva na Galeria Mezanino debate diferentes aspectos da brasilidade

17.03.2017 – 10:20 am

A Galeria Mezanino abre no dia 18 de março (sábado) sua primeira coletiva de 2017: Tristes Trópicos. Com curadoria de Daniela Bousso e Renato De Cara, a mostra reúne artistas representados pela galeria, convidados, coletivos e obras de acervos particulares.

“Da arte plumária ao Instagram”, a mostra procura salientar diálogos provocados entre bienais, instituições e os povos brasileiros, apresentando obras em variados suportes: pinturas, gravuras, esculturas, fotografias, vídeos, performances, objetos, design, literatura, bordados e bandeiras. Imaginários festivos, vivências extremas e ativismo como poética são alguns dos temas explorados.

O elenco de participantes é extenso e inclui nomes como Ariel Spadari, Danielle Noronha, Emidio Contente, Daniel Malva, Giselle Beiguelman, Luanna Jimenes e Ulysses Bôscolo, representados pela Mezanino. Além deles, marcam presença convidados como Allan Sieber, Daniel Lima, Felipe Cidade, Julio de Paula, Martin Lanezan e os coletivos A Televisão Não Será Televiosinada e Frente 3 de Fevereiro. Confira todos os artistas aqui.

Tristes Trópicos fica em cartaz até o dia 29 de abril e, na ocasião da abertura, a galeria recebe uma visita guiada com os curadores e artistas. O endereço é Rua Cunha Gago, 208. Saiba mais no site da Mezanino.